quinta-feira, julho 13, 2006

A pou êzia que faltava

Vieram Caracóis
E também bolos móis
A seguir uma dor de barriga
Que dizia ser minha amiga

Nela acreditei eu
E deixei-a entrar
Mas um mal se desenvolveu
E desatei a defecar

Fiquei dorido do intestino
Com tamanha ebulição
Ao WC rumei como peregrino
Vezes e vezes sem perdão

Ó BB e zuzuzizinhanha
Deixem lá essa cozinha
Agora preciso de um chazinho
E de que me deixem sozinho

Para ti, amigo Filipolas
Vai o último recado
Deixa de ser artolas
E paga-me um descafeínado

7 comentários:

Paulo Sempre disse...

héeeeeeeeeeeeeeeeee..fds...

uffffffffffffffffffff

BB (O.ö) disse...

O homem Viveeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee!!!

(Será que ele anda à precura de mais uma cafezada à borliú?)

Duda disse...

Até que enfim! Tava a ve que nunca mis escreviam uns Post aqui no Post, sempre que aqui vinha batia com o trombil nas moitas...
Com que então o Filipolas (:-))) é do Norte, bem lindo o teu Minho.
Duda

zuzinha disse...

Descafeinado, se faz favor, ó Ruinzolas das Batatas Couve Alface.

croqui disse...

muito fixe o blog! parabéns

Barão da Tróia II disse...

Viva a pou é zia! Boa semana

Anónimo disse...

That's a great story. Waiting for more. » »